Informações de boas-vindas.

0 Comentários // em A Espiral CAMSA Medicina UFSCar Uncategorized // 14 de janeiro de 2016

 

Hoje se encerra o período de inscrições do SiSU, dentro do qual os alunos de todo Brasil podem concorrer às vagas de nossas universidades federais, e, especialmente, às vagas da medicina UFSCar.

O período está aberto desde segunda-feira (11/01/2016) e as inscrições são feitas diretamente no site do MEC. O meio pelo qual os vestibulandos concorrem a essas vagas é a nota obtida no ENEM. No caso do curso de medicina da UFSCar, essa nota é obtida através de uma fórmula que pondera com peso extra (peso 2) as provas de Linguagens, Códigos e suas tecnologias e de Ciências da Natureza e suas tecnologias.

A medicina UFSCar conta com 40 vagas totais. Vinte delas são destinadas ao Grupo 5, de ampla concorrência, e as outras vinte para os Grupos 1, 2, 3 e 4. As notas de corte nos anos de 2015 e 2014 para o Grupo 5 foram respectivamente 783,37 e 780,06 pontos. No SiSU de 2015, a nota de corte do Grupo 1 foi de 737,31 pontos apresentando um aumento de aproximadamente 16 pontos em relação a 2014. O Grupo 2 teve um aumento mais discreto: subiu de 733,61 em 2014 para 739,09 pontos em 2015. Já o Grupo 3 apresentou uma queda na nota de corte. O Grupo 3 caiu de 745,60 para 730,37 pontos de 2014 para 2015. Enfim o corte do Grupo 4 não apresentou grandes variações, sendo de 760,77 pontos em 2014 e 759,59 pontos em 2015. Somente esperando para ter a certeza da aprovação.

A divulgação da lista dos aprovados ocorrerá no dia 18 de janeiro. Aqueles que se contemplarem com seus nomes na lista poderão se matricular na Universidade Federal de São Carlos preferencialmente dia 25/01, quando serão recebidos com nossas alegres, porém pacíficas, boas vindas. Mas a matrícula também pode ser realizada dia 22 ou 26 de janeiro, junto com a matrícula das áreas de exatas e humanas.

Entretanto, caso alguém não veja seu nome na primeira lista não deve desistir e sim declarar interesse na lista de espera entre os dias 18 e 29 de janeiro. Sendo assim o aluno terá mais uma chance para concorrer pelas vagas que não foram ocupadas pelos alunos convocados na primeira chamada. A relação dos alunos de espera será disponibilizada dia quatro de fevereiro. A partir daí o aluno deve acompanhar o calendário para realizar a manifestação presencial do interesse por vaga, verificar a segunda lista de selecionados e realizar a matrícula da segunda chamada. O processo se repete até a quarta chamada e o edital no qual se encontra todas as datas constará no final dessa matéria.
A partir das 23:59 do dia de hoje é só esperar e ter pensamentos positivos em relação à aprovação. Em nome de todos os alunos da “Med UFSCar” desejamos boa sorte para todos que gostariam de um dia fazer parte da nossa medicina. Estamos no aguardo!

E para aqueles que forem aprovados e quiserem se informar sobre o curso, experiências de nossa vida universitária e nosso PBL, fique atento ao site nos próximos dias!
http://www.saci.ufscar.br/data/solicitacao/29573_edital_ufscar_pres_2016.pdf – Edital da UFSCar de vestibular.

Carta divulgada pela ABEM pede pelo combate ao trote, à violência e à opressão na Medicina

0 Comentários // em Uncategorized // 12 de fevereiro de 2015

Carta divulgada pela ABEM pede pelo combate ao trote, à violência e à opressão na Medicina
Pedro Franz (2015)

Em carta enviada às escolas médicas, a ABEM, Associação Brasileira de Educação Médica, pede à comunidade acadêmica que combata o trote, a violência e a opressão, sobretudo neste período de recepção dos ingressantes nos cursos de Medicina do país.

Confira a carta:

VIOLÊNCIA E TROTE: CARTA DA ABEM À COMUNIDADE ACADÊMICA DOS CURSOS MÉDICOS − DIRIGENTES, DOCENTES, PRECEPTORES E ESTUDANTES

Ao nos aproximarmos do início de mais um ano letivo e, tendo em vista a dimensão que a violência tem se apresentado em nossa sociedade, precisamos refletir, de forma franca e corajosa, sobre como ela está infiltrada entre nós.

Precisamos ficar atentos nas festas de recepção aos ingressantes em nossos cursos, principalmente na identificação e no combate à violência banalizada e minimizada que pode ser percebida por alguns como “normal”, parte de um “rito de passagem” ou de “nossas tradições”.

Os responsáveis pelos Cursos de Medicina devem deixar claro aos seus ingressantes que estes têm o controle sobre a recepção que recebem. Sempre que algo lhes parecer desagradável ou que venham a se sentir, de alguma forma, ameaçados, constrangidos ou agredidos, não devem hesitar em procurar as comissões de recepção, os centros acadêmicos e as suas diretorias, que devem estar preparados para tomar as providências necessárias para coibir e punir tais ocorrências.

Os veteranos devem saber que o trote é proibido dentro e fora das faculdades e campus universitários, com regras emanadas de instâncias acadêmicas e judiciais, que limitam claramente o que pode e o que não pode ser feito.

É importante lembrar que médicos, docentes ou não, e médicos residentes, que eventualmente participem de trotes violentos, assédio e constrangimentos estão passíveis, além das normas institucionais, também das averiguações éticas pelos conselhos profissionais e sujeitos as punições constantes do Código de Ética vigente.

Respeitar e acolher a todos, sempre, e em especial o colega ingressante, é um imperativo ético e profundamente humano!

Os gestores e professores não podem tolerar qualquer forma de violência. Cabe ao conjunto de pessoas da instituição e não somente aos veteranos decidir sobre o que é “tolerável”, “normal” ou “habitual” durante as recepções aos calouros. Cabe a eles, ainda, investigar toda e qualquer denúncia e punir os excessos, com rigor proporcional à gravidade dos fatos apurados.

Sabemos que não é apenas na recepção e no âmbito das faculdades e universidades que a violência se manifesta. Devemos confirmar compromisso de combatê-la em todos os ambientes e em todas as suas formas, por mais dissimuladas que estas possam ser percebidas!

“Humilhação e violência não podem ser comemorativos de momentos de vitória e de celebrações!”

Bem-vinda, turma X!

0 Comentários // em Uncategorized // 3 de fevereiro de 2015

Bem vinda, turma X!

Janeiro de 2015… Ano novo, vida nova! Não é isso? É, talvez. Mas, para alguns, foi um mês de ansiedade, angústia, apreensão… Não muito diferente do ano anterior, certo? Parecia que aquele pesadelo chamado vestibular não teria fim. E a decisão do MEC de divulgar as notas do ENEM um pouco mais tarde neste ano só piorava a situação. Sem falar da abertura do SiSU apenas no final do mês! “Será que consegui? Minha nota foi suficiente? Será que, dessa vez, passei?” Será… será… será…

E foi. Depois de vários minutos tentando, você conseguiu acessar a lista e… E lá estava um nome bastante familiar. O seu! Mas, esperem, melhor confirmar mais uma vez, certo? Certo. OK… Era o seu nome mesmo. Freddie Mercury poderia até ressuscitar e entrar em seu quarto agora cantando “we are the champions, my friend!”, afinal… Você conseguiu. Você passou. Adeus, ensino médio! Adeus, cursinho! É MEDICINA!!! É FEDERAL!!!

Aí a ficha caiu de vez. Para a maioria, essa aprovação também significa sair de casa, “deixar o ninho”… Morar sozinho, pagar contas, ser responsável… Crescer. Que seja! Afinal, foi por isso que vocês batalharam, não foi?

Esta já é a segunda turma de calouros que recebo. A segunda turma com a qual compartilho essa experiência, a mesma experiência que meus veteranos compartilharam comigo dois anos antes. Meu palpite é de que, ao vê-los chegando, revivemos todas aquelas emoções que experimentamos quando nós mesmos chegamos e por isso, ficamos tão felizes em vê-los aqui. É por isso que, quando dizemos “bem-vindos”, não estamos sendo apenas educados. Queremos mesmo desejar as boas-vindas. Queremos mesmo que vocês não sejam apenas recebidos, mas acolhidos. Queremos que vocês sintam o que sentimos. Alegria, sensação de dever cumprido, felicidade e mais um monte de coisas boas que as palavras não conseguem descrever.

Pois é, meus amigos, vocês conseguiram! Vocês, a partir de agora, são alunos do curso de Medicina da Universidade Federal de São Carlos. Med UFSCar, para os íntimos (o que, agora, inclui vocês). Agora, vocês fazem parte dessa família. Sim, família! Não tem uma palavra que melhor descreva a experiência. Agora é só chegar! Venha para São Carlos. Venha para a UFSCar. Venha fazer amigos que, certamente, você levará pelo resto da vida. Venha cumprir seu objetivo e/ou realizar seu sonho. Venha fazer parte dessa história! Venha fazer história!

Estamos esperando por vocês! De braços abertos! E livros também, é claro…

Hendrick Gramasco – “Febem” – TVIII 013
Coordenação Geral – CAMSA

Nota de Apoio à doutoranda Thaís Santos Moya

0 Comentários // em Uncategorized // 20 de dezembro de 2014

O Centro Acadêmico Medicina Sérgio Arouca (CAMSA), em suas atribuições enquanto entidade representativa dos estudantes de Medicina da Universidade Federal de São Carlos, vem, por meio desta, declarar seu apoio à doutoranda Thaís Santos Moya, pertencente ao Programa de Pós-Graduação em Sociologia da UFSCar, bem como seu repúdio às agressões relatas e à postura do Programa frente ao caso.

Continue Lendo →

Já estão abertas as inscrições para o V CoMUSCar!

0 Comentários // em Uncategorized // 15 de março de 2014

Já estão abertas as inscrições para o V CoMUSCar!

Já estão abertas as inscrições para o V Congresso Médico Universitário de São Carlos, o CoMUSCar, a ser realizado de 24 a 27 de abril, nas dependências do campus São Carlos da UFSCar.

Planejado e organizado pelos estudantes, o congresso é fruto do desejo dos alunos de consolidar sua formação acadêmica por meio de um evento que juntasse atualização científica, ensino médico e visão global da saúde no Brasil.

O CoMUSCar tem como objetivo reunir estudantes e profissionais das áreas de saúde, visando a atualização dos conhecimentos dos participantes e o incentivo à pesquisa. Para isso, contamos com palestras, mesas redondas, mini-cursos e pré-congresso sobre diversos temas atuais e de grande interesse, além da apresentação de trabalhos e do prêmio Sérgio Arouca. Esse prêmio tem a intenção de promover o interesse científico e aprimorar conhecimentos adquiridos durante os cursos de graduação da área médica.

As inscrições podem ser realizadas através do site ou diretamente com a comissão organizadora. Em breve divulgaremos as datas e horários dos plantões de inscrição.

Para a submissão de trabalhos, basta apenas a inscrição no congresso. O prazo limite para envio dos trabalhos é 17/04/2014.

O investimento é de R$ 60,00 para estudantes universitários e R$ 80,00 para profissionais.

Mais informações pelo site do evento e na página do CoMUSCar no Facebook.

Página 1 de 212
  • RSS
  • Email
  • Facebook
  • Google+
  • Twitter
  • Flickr
  • YouTube