0

Resenha sobre “O Desejo da Nação” na cadernos pagu

O mais recente número da revista “cadernos pagu” (42, janeiro a junho de 2014) traz uma resenha sobre “O desejo da nação: masculinidade e branquitude no Brasil de fins do XIX” (2012), livro do coordenador do Quereres, Richard Miskolci.

O livro é uma análise queer da passagem da Monarquia à República no Brasil de fins do XIX culminando na instituição do serviço militar obrigatório em 1916. Miskolci reconstitui as fantasias e os fantasmas de nossas elites por meio da análise de três romances do período: O Ateneu (1888), de Raul Pompeia; Bom Crioulo (1895), de Adolfo Caminha e Dom Casmurro (1900), de Machado de Assis. Reconstitui como o projeto de nação que guiou as transformações sociais e políticas em nosso país se baseou no agenciamento do desejo para as formas socialmente esperadas: entre pessoas do sexo oposto, sob controle masculino e visando o “branqueamento” da população.

A resenha crítica publicada nos “cadernos pagu” é de Pedro Paulo Gomes Pereira, docente da UNIFESP, e pode ser baixada aqui