0

Lançamento de “Desejos Digitais: uma análise sociológica da busca por parceiros online”

Diante da histórica marginalização dos locais de encontros gays, o serviço comercial dos aplicativos acena com o que antes era praticamente impossível: buscar um parceiro do mesmo sexo sem se expor no espaço público, ou seja, sem temor, vergonha e, fato a ser sublinhado, sem ter que reconhecer a si mesmo como parte do segmento homossexual. O chamado “meio gay”, tido por muitos homens como um espaço físico contaminado e contaminante, parece se encerrar em uma geografia evitável. Assim, nas últimas décadas, quando assistimos à politização do sexo, passamos também a viver a privatização do desejo homossexual. O match substituiu o flerte, individualizando e higienizando os contatos. Richard Miskolci nos brinda com uma breve mas rica história emocional das mídias. Insere-se, assim, em um novo e profícuo campo: a sociologia digital. Flerta também com a sociologia do desejo, em uma rica etnografia multissituada, que vai de São Paulo a São Francisco (EUA); do off-line ao online; traçando este continuum constituidor das relações atuais.

Do prefácio de Larissa Pelúcio (UNESP

 FullSizeRender