Atividades

Atividades

 

Cronograma dos Encontros do Grupo de Pesquisa no Segundo Semestre 2014

Reuniões Quinzenais às Segundas 18h no Auditório do Departamento de Sociologia da UFSCar

 

01/09 Discussão do Artigo “Conectadas” de Richard Miskolci e Lara Facioli

 

15/09 Discussão do Texto de Qualificação (Mestrado) de Felipe Padilha

 

29/09 Discussão do Projeto de Mestrado de João Paulo

 

13/10 Discussão do Projeto de Doutorado de Keith Diego Kurashige

 

17/11 Discussão do Texto de Qualificação (Doutorado) de Lara Facioli

 

 

Cronograma das Reuniões Presenciais do Grupo de Pesquisa – Primeiro Semestre de 2014:

 

17/03 Estranhos no Paraíso (artigo de Richard Miskolci que sairá no livro organizado por Larissa Pelúcio a partir do evento Sexualidade, Gênero e Mídia )

31/03 Monografia de Rodrigo Melhado (IC-FAPESP) intitulada “Vitrine do Desejo” [sobre os perfis de um site de busca de parceiros amorosos em S. Carlos e Araraquara] / Dissertação de Keith Diego Kurashige (Mestrado-PPGS-FAPESP) intitulada “Marcas do Desejo” [sobre os critérios de raça/cor/etnia acionados nas buscas amorosas em bate-papos na cidade de São Carlos]

14/04 Qualificação de Juliana do Prado [pesquisa sobre usos da internet em busca de auxílio/apoio emocional]

28/04 Discussão sobre Masculinidades a partir de Connell de seu clássico :Masculinities” e do artigo recentemente publicado – em português – na Revista Estudos Feministas em que revisa o conceito

12/05 Discussão sobre capítulos de “The World We have won” de Jeffrey Weeks, livro que sumariza as transformações de gênero e sexualidade desde os anos 1960

26/05 Discussão do livro “Digital Media & Society” de Adrian Athique

09/06 Apresentação de Fernando Balieiro sobre sua tese de doutorado “Carmen Miranda entre os desejos de duas nações”

—————————————————————————————————————————————————————————-

Cronograma de atividades Grupo de Pesquisa CIS – Primeiro semestre de 2013

Gender Trouble (1990) de Judith Butler, considerado um dos livros fundantes da Teoria Queer, trouxe uma nova reflexão crítica sobre os domínios de identidade, gênero e sexualidade de forma que não pudessem ser pensados, no contexto das sociedades contemporâneas, separadamente. Gênero, na perspectiva da autora, é uma construção discursiva/cultural naturalizada, constituída a partir da coerência socialmente imposta entre sexo, gênero, desejo e práticas sexuais. Dentro de uma uma perspectiva inovadora para se pensar identidade para além de uma redução binária indivíduo-sociedade, a autora concebe o gênero como performativo, ou seja, ele se realiza a partir da “repetição estilizada de atos ao longo do tempo” (BUTLER, 2003). Se gênero envolve a estilização do sujeito dentro das normas sociais, por sua vez anteriores a ele, a própria subversão das normas passa a ser pensada como algo que se realiza dentro delas e por meio de sua repetição (subversiva). Neste semestre, iremos trabalhar o conceito central da autora de performatividade, buscando discutir sua operacionalização bem como expandir a discussão para outros âmbitos, abordando relações raciais, cultura de massas, mídias digitais e afetividade. Embora em alguns textos o conceito de performatividade não apareça, o que se propõe é a reflexão sobre a utilidade e os ganhos na utilização do conceito nas temáticas trabalhadas, visando uma perspectiva teórica que lide com a problemática da interseccionalidade.

 

 

19/03 – Apresentação geral, atribuição de tarefas para o semestre e contextualização da obra de Judith Butler.

 

Leitura:

Salih, Sarah. Judith Butler e a Teoria Queer. Tradução Guacira Lopes Louro. Belo Horizonte: Autêntica, 2012.

 

02/04 – Contextualização da obra de Judith Butler

 

Leitura:

Salih, Sarah. Judith Butler e a Teoria Queer. Tradução Guacira Lopes Louro. Belo Horizonte: Autêntica, 2012.

 

16/04 – Conceito de performatividade de Judith Butler

Leitura:

Butler, Judith. Atos Corporais Subversivos. In: Problemas de Gênero: Feminismo e Subversão da Identidade. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2003.

 

30/04 – Reflexões, operacionalizações e contextualização do conceito de performatividade.

 

Leitura:

Miskolci, Richard; Pelúcio, Larissa. Fora do Sujeito E Fora do Lugar: reflexões sobre performatividade a partir de uma etnografia entre travestis que se prostituem. Gênero, v. 7, p. 257-267, 2007. Disponível em < http://www.ufscar.br/cis/wp-content/uploads/02112009-124220miskolcipelucio.pdf>.

 

Júnior, Jorge Leite. Teoria queer e sociedade de controle. In: Nossos corpos também mudam: a invenção das categorias “travesti” e “transexual” no discurso científico. São Paulo: Annablume.

 

14/05 – Performatividade e raça

 Leituras:

MOUTINHO, Laura . Negociando com a adversidade: reflexões sobre “raça”, (homos)sexualidade e desigualdade social no Rio de Janeiro. Revista Estudos Feministas, v. 14, p. 103-116, 2006. Disponível em http://www.scielo.br/pdf/ref/v14n1/a07v14n1.pdf

 

MOUTINHO, Laura . Raça, Sexualidade e Gênero na Construção da Identidade Nacional: Uma Comparação entre Brasil e África do Sul. Cadernos Pagu (UNICAMP), São Paulo, v. 23, p. 56-88, 2004. Disponível em http://www.scielo.br/pdf/cpa/n23/n23a03.pdf

 

28/05 – (sub)cultura gay, homossexualidade e performatividade (da cultura de massas às mídias digitais)

 

Halperin. David. How to be gay. Harvard University. Cambridge: 2012.

Capítulos: 9 – Suffering in Quotation Marks (p.186-200), 19 – Judy Garland versus identity art (p. 401- 420), 20 – Gay Culture versus Gay subculture (p. 421-431) e 21- Queer forever (p. 432-457).

 

11/06 – Performatividade e afetos

 

Schaeffer-Grabiel, Felicity. Introduction. In: Love and Empire: Cybermarriage and Citizenship Across the Americas. New York University, New York: 2012.

 

ADELMAN, Miriam. Por amor ou por dinheiro? Emoções, Discursos, Mercados In: Contemporânea – Revista de Sociologia da UFSCar (2) São Carlos, Departamento e Programa de Pós-Graduação em Sociologia da UFSCar, 2011, pp. Disponível em  http://www.contemporanea.ufscar.br/index.php/contemporanea/article/view/43/25

——————————————————————————————-

Reuniões do Grupo de Pesquisa Corpo, Identidades e Subjetivações

Segundo Semestre de 2012

Coordenação: Prof. Dr. Richard Miskolci

————————————-

01/10 Introdução ao estudo de mídias digitais

Acontecimento histórico: disseminação das tecnologias da informação no final do século XX

Interatividade e suas consequências sociais e subjetivas

Borramento da fronteira público-privado

Redes de comunicação horizontal: internet e celulares

Novas Noções de Tempo e Espaço

 

Bibliografia:

Castells, Manuel. Prefácio à edição de 2011 de A Sociedade em Rede In: Castells, Manuel. A Sociedade em Rede. São Paulo: Paz e Terra, 2011. P. I-XXX

———————————————————————————-

08/10 Conexões Pessoais na Era Digital

 

Conceitos-Chave para apreender o fenômeno

Quem está online? Recortes socioeconômicos, etários/geracionais, de gênero, regionais

E-mails, SMSs, Mensagens em Redes Sociais, Posts : a era da comunicação editada e/ou em rede

Comunidades Online? Redes comunicativas seletivas

 

Bibliografia:

Baym, Nancy. New forms of personal connection In: Personal Connections in the Digital Age. Cambridge: Polity Press, 2010. P.1-21

Turkle, Sherry. “No need to call” In: Alone Together: why we expect more from technology and less from each other. New York: Basic Books, 2011. P. 187-210

 ——————————————————————-

29/10 Etnografia com o uso de mídias digitais / Reunião na sala 28 do AT2

 

  1. Diferenças e continuidades em relação à etnografia off-line
  2. O contínuo on/off-line: do mito do ciberespaço à dinâmica interdependente entre o on e o off
  3. Questões éticas

 

Bibliografia:

Facioli, Lara. Autoajuda feminina em rede: marcadores da diferença e subjetividade. Exame de Qualificação ao Mestrado em Sociologia. São Carlos: PPGS-UFSCar, 2012.

Hine, Christine. Etnografia Virtual. Barcelona: Editorial UOC, 2004.

Parreiras, Carolina. Um breve histórico crítico: a etnografia encontra o ciberespaço. Sexualidades no ponto.com: espaços e homossexualidades a partir de uma comunidade online. Campinas: Mestrado em Antropologia Social, 2008. P.22-39

Miller, Daniel & Slater, Don. The Internet: an ethnographic approach. Oxford/New York: Berg, 2000.

————————————————-

12/11 A busca amorosa/sexual online

1. Dos anúncios de jornal aos sites de busca de parceiros

2. Mercado amoroso

3. Perfis: comodização, performatização da intimidade e textualização da subjetividade

4. Desejo, mercado e corporalidade

 

Bibliografia:

Illouz, Eva. Romance and Rationality on the Internet. American Sociological Association, 2006.

Beleli, Iara. Amores Online In: Pelúcio et alli. Gênero, Sexualidade e Mídia: Olhares Plurais para o Cotidiano. Marília: Cultura Acadêmica, 2012. (no prelo)

Pelúcio, Larissa et alli. “A vida é curta, curta um caso” – O mercado dos afetos e as tensões entre familismo e experimentalismos nos sites de traição no Brasil. São Paulo: RBA, 2012 (mimeo).

Miskolci, Richard. Machos e Brothers: uma etnografia sobre o armário

em relações homoeróticas masculinas criadas online. In: Revista Estudos Feministas. Florianópolis: IEG-UFSC, 2012. (no prelo)

 ————————————————————–

26/11 Desejos em Rede: um panorama das investigações associadas no grupo de pesquisa

 

Bibliografia:

Prado, Juliana do. Do consultório à rede: a busca da internet como auxílio às relações amorosas. São Carlos: PPGS-UFSCar, 2011.

Kurashige, Keith Diego. Marcas do Desejo: um estudo sobre os critérios de seleção de parceiros em relações homoeróticas masculinas criadas online em São Carlos. São Carlos: PPGS-UFSCar, 2012.

Melhado, Rodrigo.

Miskolci, Richard. Redes Desejantes: desejos, sexualidade e mercado entre usuários de mídias digitais que buscam parceiros do mesmo sexo na cidade de São Paulo. São Carlos: mimeo, 2012.

——————————————————————————————————–

Histórico dos Semestres  Anteriores

Primeiro Semestre de 2012

No primeiro semestre de 2012, as reuniões ocorreram às Segundas, às 18h, no auditório do Departamento de Sociologia.

Tivemos dois minicursos, um em março e abril sobre análise cultural e outro, em maio, sobre etnografia envolvendo o uso de mídias digitais. Richard Miskolci foi o principal responsável pelo primeiro e Larissa Pelúcio pelo segundo.

Os minicursos não valem créditos para a graduação tampouco para a pós, mas expediremos certificados para aqueles/as que tiverem ao menos 75% de presença.

__________________


Minicurso Análise Cultural: Gênero e Sexualidade na Literatura e no Cinema (PDF do Programa do Curso): 19/03; 02/4; 16/04 e 14/04

—————————————

Programa do Minucurso Etnografia Internet – Larissa Pelúcio: 28 e 29/05 pela manhã, no auditório do DS.

@s integrantes oficiais do Grupo já estão pré-aceit@s. Demais interessad@s, favor enviar e-mail justificando o interesse e a disposição de leitura prévia da bibliografia para acompanhar o minicurso para: larissapelucio@yahoo.com.br

______________________________________________________________

Segundo Semestre de 2011

No segundo semestre de 2011, as reuniões ocorreram às Terças, às 18h, no Departamento de Sociologia. As reuniões foram abertas a estudantes de graduação (a partir do terceiro ano) e da pós-graduação em Sociologia da UFSCar, mas foi exigido compromisso de participação contínua. Mais de duas faltas implicariam exclusão do grupo.

Segundo Semestre de 2011:

Dando continuidade a nossas leituras queer-feministas da psicanálise dedicamos o segundo semestre aos seguintes livros/textos/pesquisas…

30/08: Peixoto Junior, Carlos Augusto. Metamorfoses entre o Sexual e o Social – uma leitura da teoria psicanalítica da perversão

13/09: Lago, Mara Coelho de Souza. A Psicanálise nas Ondas dos Feminismos.

Arán, Márcia e Peixoto Junior, Carlos Augusto. Subversões do Desejo.

18/10: Bento, Berenice. A Política da Diferença: feminismos e transexualidades.

________________________________________________________________

O Cronograma com as respectivas leituras para o Primeiro Semestre de 2011 foi:

21/03 Apresentação do Grupo e Discussão do artigo “Machos e Brothers: uma etnografia sobre o armário em relações homoeróticas masculinas forjadas online” de Richard Miskolci – Artigo resultante de pesquisa financiada pelo CNPq (cópia na pasta do grupo de pesquisa no XEROX do PQ)

04/04 Discussão do artigo “Corpos Indóceis – a gramática erótica do sexo transnacional e as travestis que desafiam fronteiras” de Larissa Pelúcio In: Souza, L. A. F. de et alli. Michel Foucault: sexualidade, corpo e direito Marília, Editora Cultura Acadêmica, 2011. Disponível online como e-book aqui na biblioteca do grupo de pesquisa

18/04 Discussão do Projeto de Mestrado de Lara Facioli intitulado “Das boazinhas às poderosas: a construção da subjetividade feminina exposta pelo fenômeno da autoajuda”

02/05 Discussão de El Deseo Homosexual” de Guy Hocquenghem Capítulos 1, 2 e 3

16/05 Discussão de “El Deseo Homosexual” de Guy Hocquenghem Capítulos 4 e 5 mais o ensaio de Beatriz Preciado “Terror Anal”

30/05 Discussão de A Era Farmacopornográfica de Beatriz Preciado

13/06 Discussão do Projeto de Doutorado de Juliana do Prado

Os textos são disponibilizados (a partir de meados de março) na pasta do Grupo de Pesquisa no XEROX do PQ.

___________________________________________________________________

No segundo semestre de 2010, estas reuniões ocorreram de forma quinzenal às Terças às 18h00 no auditório do Departamento de Sociologia.

Os encontros são obrigatórios para os orientandos do coordenador do grupo e abertos a tod@s @s estudantes de graduação em Ciências Sociais ou Pós-Graduação em Sociologia desde que com o compromisso de presença e participação contínua na leitura e discussão dos textos.

As datas dos encontros e seus respectivos temas são:

31/08 Apresentação do Grupo/ Discussão de Penedo, Susana López. “Qué es la Teoria Queer?” História de la teoría y del activismo queer. Aclaracion de algunos conceptos en su desarollo” In: El laberinto queer – la identidad en tiempos de neoliberalismo. Barcelona: Egales Editorial, 2008. p.17-60

———

14/09 Discussão de Miskolci, Richard. A Teoria Queer e a Sociologia: o desafio de uma analítica da normalizaçãoIn: Sociologias. Porto Alegre: PPGS-UFRGS, 2009.

———

28/09 Discussão de Miskolci, Richard. O Armário Ampliado – Notas sobre sociabilidade homoerótica na era da internet In: Gênero Niterói: UFF, 2009./ Apresentação e Discussão do Projeto de Pesquisa de Guilherme Saade Floeter

———

19/10 Discussão de de Hall, Stuart. Quem precisa de identidade?/Apresentação e Discussão do Projeto de Pesquisa de Fernando de Figueiredo Balieiro

———-

09/11 Discussão de Arán, Márcia. A Psicanálise e o Dispositivo Diferença Sexual In: Revista Estudos Feministas. Florianópolis: IEG, 2009. v.17, n.13 p.653-674 {online no Scielo}

———

23/11 Discussão de Miskolci, Richard e Balieiro, Fernando F. O Drama Público de Raul Pompeia: Sexualidade e Política no Brasil Finissecular/Apresentação da Pesquisa O Desejo da Nação de Richard Miskolci/ Financiamento: FAPESP