Hidro

<

Microbacias dos Córregos do Jockey Club e do Santa Maria do Leme

As Microbacias dos Córregos do Jockey Club e do Santa Maria do Leme têm os cursos de seus Córregos correndo bem perto um do outro e em toda essa região as áreas de Cerrado foram desmatadas no início da década de 1960 e ocupadas por fazendas de pastagens e pequenas chácaras que abasteciam a cidade com verduras, legumes e frutas.

Os primeiros bairros da Microbacia do Santa Maria do Leme foram o Jockey Club, o Jardim Bandeirantes e o Jardim Centenário que começaram a ser formados em 1950 e continuam a crescer até hoje. A partir dos anos de 1960 novos bairros foram abertos como o Jardim Santa Paula (década de 1970), o Parque Santa Marta e o Jardim Nova Santa Paula (década de 1990). Os mais novos são o Jardim Acapulco (década de 2000) e o Parque Santa Elisa que começou a ser loteado em 2007.

A ocupação urbana da Microbacia do Córrego Jockey Club começa com o loteamento do Jardim Guanabara, na década de 1970, e depois com a abertura do Parque Delta, já na década de 1980.

Os moradores mais antigos da região dessas duas microbacias contam que o SAAE (Serviço Autônomo de Água e Esgoto) de São Carlos retirava água do Córrego Santa Maria do Leme, ou como foi por muito tempo chamado Córrego do Galdino.

Essa captação de água era feita na entrada do rio (desembocadura) e foi desativada na década de 1970. Sua área foi recuperada por uma ONG são-carlense, a Amor (Associação de Moradores e Amigos dos Jardins), que também realiza atividades educacionais e culturais para preservar o meio ambiente. Atualmente o local conta com um parquinho para as crianças e com áreas de recuperação da mata ciliar, como você pode ver nas fotos abaixo (tirar e colocar!).

A região ainda abriga o Bosque da Santa Marta, uma área protegida de mata primária, isto é, que nunca foi derrubada, apesar de ter sido explorada. O bosque é um pedaço da Floresta Estacional Semi-Decídua[3].


[3] Direcionar para o texto de flora


[6] Colocar fotos do parque e localização no Google maps, se possível

[7] Colocar fotos da recuperação da mata ciliar…ver se tem fotos antes e depois, inclusive da nova ponte.